Português
中文繁體
Deutsch
English
Español
Français

Darien – Células Tronco para Austimo

⏲️Tempo de Leitura: 10 mins

Após dois tratamentos bem-sucedidos com células-tronco, Suzana, a mãe de Darien, concordou em compartilhar com todos nós em uma entrevista de perguntas e respostas sua experiência em uma de nossas clínicas. Melhorias incríveis para seu filho. Nós não poderíamos estar mais felizes por eles.

Suzana e Darien antes de iniciar a terapia de câmera hiperbárica (oxigenoterapia) no BBH

Tell us about Darien’s condition.  How did you find out and what were your first thoughts?

Meu filho Darien foi diagnosticado com ASD e GDD quando ele tinha apenas três (03) anos, em março de 2018. Na época, eu não sabia o que era Autismo ou disturbio de aprendizagem, então eu realmente não tive uma reação a respeito daquilo. O médico apenas nos recomendou fazer terapia da fala e não nos disse mais nada. Mais nada…

Eu comecei a ler mais sobre o diagnóstico do Darien – e então eu percebi o quão grave era a condição dele. Após algumas pesquisas, comecei uma dieta sem glúten/laticínios e também terapia intensiva. Mas ele não estava se envolvendo com os terapeutas e mesmo conosco. Ele não conseguia se sentar por mais de um minuto para fazer qualquer terapia. Era bastante preocupante – era como se ele fosse um estranho para mim…mesmo se eu tentasse não tinha interação…era muito difícil. Naquele ano, fizemos bio-med e outros tratamentos, assim como terapia intensiva (15 horas na época), mas nada parecia ajudar.

Em meados de 2019 eu ainda estava pesquisando sobre como poderia ajudar meu filho na Australia.

Meu marido me disse para parar de procurar por tratamentos na Australia porque não tinha nenhum e começar a procurar por alguma outra coisa ao redor do mundo – procurar por Células-tronco….foi quando comecei a pequisar coisas na internet (graças a Deus existe internet). Encontrei a Beike Biotechnology e li um pouco sobre a empresa e Células-tronco (algo que nunca tinha escutado antes); Depois disso, eu comecei a participar de um grupo no Facebook – Stem Cells Therapy for Autism.

Eu decidi localizar pais que morassem na Austrália e que foram tanto para a Beike quanto para outras clínicas. Eu não confiava nas pessoas on-line quando elas me contavam sobre as melhorias de seus filhos… Achava que poderia ser uma farsa e precisava falar pessoalmente com as mães.

I contacted the mums that live in Australia that had gone to other clinics and Beike.  After this, I decided that Beike/BBH was the place to go, for a few reasons including gains from the children that had gone there vs other clinics; the number of stem cells given vs others, the history of Beike and its reputation;  distance from Sydney, etc.

Expectativas para o tratamento

Eu não sabia o que esperar em termos de melhorias, mas eu estava muito entusiasmada em estar lá, depois de conversar com mães australianas que tiveram lá antes de mim. No meu coração, eu sentia que era a única coisa que poderia ajudar meu filho a ter uma vida melhor… nenhuma terapia intensiva estava funcionando, já que o cérebro dele não estava acompanhando.

Meu principal objetivo para o Darien e o tratamento era: melhorar sua comunicação e socialização; reduzir sua hiperatividade e stimming; parar de chorar a maior parte do dia (regular seu emocional) e querer estar perto do irmão (que na época tinha 3 anos de idade).

Antes do primeiro tratamento com células-tronco, como era a condição do Darien? Que sintomas ele tinha?

Para ser franca, Darien era um pesadelo. Eu tentava de tudo e nada funcionava. Ele não queria:

  • Interagir com qualquer pessoa, incluindo seu irmão
  • Ele sempre estava acordado, toda noite das 3 às 6 horas da manhã.
  • Ele tinha seu próprio mundo – com contato visual mínimo
  • Ele gritava a maior parte do dia – ele era conhecido na vizinhança como a “criança que chorava muito”.
  • Ele tinha cicatrizes nas mãos, pois se mordia toda vez que ficava nervoso.

Ele tinha 4 anos e meio na época, e seu irmão (Liam) tinha 3 anos de idade. Eu não tinha um apoio familiar e meu marido estava sempre no trabalho. Darien NÃO podia ficar no meu lugar que seu irmão. Me lembro de dias em que eu estava no andar de cima de nossa casa – e Darien gritava porque eu estava com seu irmão mais novo, no mesmo cômodo. Ele gritava porque ele não suportava ver o Liam… Darien queria que eu estivesse do lado dele, mas seu irmão não poderia estar por perto.

I would then put Liam in the other room AWAY from Darien, but then Liam would cry for me……I did not know what to do, so I would cry and cry and no one understood……It was a very difficult period in my life, to the point I am typing this and getting upset as they were very horrible days for me – no one understood – I didn’t have a circle of friends that had ASD children…I was simply alone with the above going on.

Me lembro de reservar o tratamento para o final do ano e por meses a esperança de que eu estava indo realizar o tratamento com células-tronco me manteve sã e confiante… Eu tinha um plano, e Deus, eu esperava que funcionasse. Eu reservei o tratamento para outubro (Eu marquei o tratamento em maio), pois um pai me falou que eu precisava manter meu filho ativo… então, se eu fosse nos meses de inverno, meu filho não estaria ativo… hoje eu vejo que não tinha essa necessidade. Eu consegui manter meu filho ativo no inverno, mas não tanto quanto no verão.

Depois da sua chegada, como foram os primeiros dias? O que você achou das instalações e dos funcionários?

As instalações da clínica, os funcionários, o hotel e todo o serviço foram excepcionais. Eu não senti como se estivéssemos lá para um tratamento, pois parecia um feriado – no entanto, um feriado em que meu filho estava sendo tratado e melhorando… Eu realmente gostei de toda a estadia lá… foi realmente incrível.

Quais foram os resultados do primeiro tratamento para o Darien e quanto tempo depois?

No primeiro tratamento, levou cerca de 2 a 3 semanas para ver algumas mudanças. As mordidas nas mãos diminuiram e seu choro quase que desapareceu (eu achava que era o fato de não estar perto do irmão)… então esses sinais eram positivos. Eu notei mais contatos visuais também.

Assim que desci daquele avião e voltei para casa, Darien estava completamente diferente!!! Ele passou a tolerar seu irmão, sorrir para o irmão… ele PAROU DE GRITAR!!!!!!! Mudança absoluta de vida para mim… então os resultados foram praticamente imediatos.

Depois de alguns meses, o seu sono melhorou, ele parou de morder as mãos e melhorou ainda mais seu contato visual (ele tem um contato visual lindo)…

Ele conseguia sentar e fazer terapia por 1 a 2 horas por sessão, com pequenos intervalos… sua concentração melhorou – toda nossa vida melhorou. Ele até fez um teste e entrou em uma escola (muito difícil de entrar) com um diagnóstico leve a moderado. No meu coração eu sei que, o motivo que o fez entrar na escola foram as células-tronco… Ele aprendeu a se concentrar, focar e a ler. Darien era considerado com grau severo no seu diagnóstico inicial.

Darien ainda precisa de muito trabalho, mas como costumo dizer “Roma não foi construída em um dia”. A linguagem dele ainda é muito limitada, mas para mim, se o cérebro dele estiver funcionando bem, ele pode se comunicar por outros meios, se não chegarmos lá…

O que te fez pensar que um segundo tratamento seria benéfico para o seu filho?

Por favor, veja acima.

Eu sai para jantar com o Darien e ele esperou sua comida pacientemente, mesmo que por 20 minutos. Sua compreensão melhorou muito com o segundo tratamento com células.

Ele é amigável e muito sociável (infelizmente pela barreira linguística, as outras crianças não brincam com ele) – outro dia, quando estávamos na aula de natação, uma pessoa comentou como o Darien é sociável. Ele, na verdade, beijou uma garotinha na bochecha e estava sorrindo para todo mundo!

Ele brinca com o irmão (até certo ponto – por exemplo, ele não joga futebol ou qualquer coisa) e o abraça.

Você consideraria fazer um terceiro ou um quarto tratamento e por quê?

Felizmente para nós, como família, podemos continuar os tratamentos para o Darien. Eu não vou parar – como em todo tratamento, eu sei que vou ter algum tipo de ganho. Então, estou reservando um novo tratamento para as próximas férias escolares (setembro/outubro) e reservando tratamentos provavelmente mais perto de 9 meses depois disso.

Por favor, compartilhe o que mais você queira conosco.

Do momento em que meu filho foi diagnosticado para agora, ele é uma criança completamente diferente.

De ser sociável, sorrir a maior parte do tempo, sua concentração, capacidade de seguir instruções… é um prazer estar por perto. Há esse vínculo diferente que eu tenho com ele, que é difícil explicar, mas uma mãe com uma criança especial, que coloca toda sua energia nessa criança, consegue entender o que estou falando.

Por mais difícil que seja, quando se tem um filho com necessidades especiais, é gratificante ver como ele melhora – e a raiz de todas essas melhoras são as Células-tronco. Eu só quero que todos os pais saibam que após o diagnóstico, não é o fim… nós temos a chance de ajudar nossos filhos ao máximo. Eu sei que nunca vou curar meu filho do AUTISMO – mas eu posso melhorar a vida dele. Eu não vou desistir de vê-lo falar – Mas, estou ciente de que se ele não desenvolver a capacidade da fala, como eu quero, desde que seu cérebro esteja funcionando – ele será capaz de se comunicar.

Darien na Austrália

Wow! Que depoimento incrível. Muito obrigado Suzana e a toda sua família por confiar em nós e compartilhar essa linda experiência.

Suzana gentilmente se disponibilizou no Facebook para pais que desejam conversar e saber mais sobre a experiência deles conosco.