Português
中文繁體
Deutsch
English
Español
Français

Terapia com Células-tronco para Outras Condições

Por que não encontro uma explicação própria para a minha condição?

Nossa lista de condições tratáveis é baseada nas condições que tratamos mais comumente, tais como lesão medular, autismo, paralisia cerebral, traumatismo, etc. Isso não significa que não estamos preparados para tratar sua condição também. As condições que tratamos incluem, mas não se limitam a:

  • Adrenoleucodistrofia
  • Alzheimer
  • Esclerose Lateral Amiotrófica
  • Artrite / Osteoartrite
  • Reparação da cartilagem
  • Hemorragia cerebral (sequela)
  • Isquemia Crítica do Membro
  • Doença de Crohn
  • Diabetes Tipo 1
  • Diabetes Tipo 2
  • Retinopatia diabética
  • Pé diabético
  • Síndrome de Down
  • Displasia do Encéfalo
  • Encefalomielite
  • Glaucoma
  • Atraso no Desenvolvimento Global
  • Perda Auditiva (sensorial)
  • Doença de Huntington
  • Encefalopatia Hipóxico-Isquêmica (EM)
  • Doença inflamatória intestinal
  • Neuropatia óptica hereditária de Leber
  • Cirrose hepática
  • Isquemia do Membro Inferior
  • Lupus
  • Degeneração macular
  • Atrofia de múltiplos sistemas
  • Dor neuropática
  • Mal de Parkinson
  • Neuropatia periférica
  • Esclerose Lateral Primária
  • Psoríase
  • Insuficiência renal
  • Retinite Pigmentosa
  • Retinopatia da Prematuridade
  • Artrite reumatoide
  • Displasia Septo-Óptica
  • Siringomielia
  • Colite ulcerativa
  • Encefalite Viral

Como a terapia com células-tronco pode ajudar a minha condição?

As células-tronco podem tratar doenças de todos os tipos e há muitas maneiras pelas quais as células-tronco podem contribuir para sua qualidade de vida, independentemente de sua condição médica específica. Para entender como as células-tronco podem te ajudar, é importante entender o que são as células-tronco e como elas funcionam.

As células-tronco são as células das quais todas as outras células nascem. Elas são atribuídas a certos tipos de células (talvez células musculares, células ósseas ou células sanguíneas, por exemplo) e criam as células “especializadas” dentro desses tipos de células. No entanto, essas células especializadas não podem se dividir e se replicar, o que significa que elas precisam das células-tronco para criar mais células sanguíneas, células de órgãos, células cerebrais, etc, à medida que morrem. Isso significa que as células-tronco são infinitamente valiosas e necessárias para sua saúde como as únicas células capazes criar novas células.

Diariamente, suas células estão constantemente morrendo e sendo substituídas. Mesmo enquanto você dorme, as células-tronco estão trabalhando para substituir as células velhas e moribundas. Quando você sofre uma lesão, muitas células morrem de uma só vez. Em um mundo ideal, as células-tronco regenerariam essas células específicas perdidas em uma lesão até que tudo ficasse como antes. Infelizmente, não é o que costuma acontecer.

Se você receber um corte profundo ou uma queimadura, seu corpo tem células especializadas chamadas fibroblastos que começam a tentar curar a ferida o mais rápido possível. Por razões que não entendemos completamente, os fibroblastos criam uma formação incomum de colágeno de uma forma que não tem elasticidade e é mais fraca do que a formação normal de colágeno em muitos aspectos. Isso é verdade para cicatrizações que ocorrem dentro do corpo também.

Quando a cicatrização acontece, as células-tronco lutam para acessar o local da lesão, mas não conseguem curar da maneira que gostariam. No entanto, nos casos em que as células-tronco podem ser injetadas no local da lesão antes que a cicatrização ocorra, uma melhor recuperação pode acontecer. Como nossos corpos não podem produzir um número infinito de células-tronco, injetá-las de fora pode fornecer o impulso extra que o sistema imunológico precisa antes que o corpo seja capaz de terminar o processo de cicatrização.

Um tratamento com células-tronco ou transplante de células-tronco, é um procedimento no qual as células-tronco são injetadas (por via intravenosa, através de uma punção lombar, etc.) no corpo para estimular a recuperação que o corpo é incapaz de realizar por conta própria. A terapia com células-tronco está se tornando mais comum nos Estados Unidos e em outros países ocidentais para condições simples, como dor no joelho, mas para condições debilitantes e crônicas que têm opções de tratamento limitadas, os transplantes de células-tronco ainda não estão disponíveis.

Por que usar as células-tronco da Beike?

Embora as células-tronco possam ser colhidas de muitos lugares, incluindo medula óssea, gordura e sangue, usamos a do sangue do cordão umbilical e células-tronco adultas derivadas do tecido do cordão umbilical. Há uma série de razões importantes pelas quais usamos essas células-tronco.

Em primeiro lugar, como a conexão entre mãe e bebê, este cordão é muitas vezes jogado fora como lixo médico depois que a criança nasce. No entanto, pesquisas com células-tronco mostram que essas células são altamente potentes, tornando-as mais eficazes e, portanto, altamente valiosas. Sua potência é provável porque são novas células que sobraram após o nascimento de bebês saudáveis.

Outro forte atrativo para as células-tronco do sangue do cordão umbilical e dos tecidos é que elas têm vários tipos de células-tronco que podem criar muitos tipos diferentes de células necessárias ao corpo. Essa variação pode tratar uma ampla variedade de problemas no corpo.

Em termos de segurança, o sangue do cordão umbilical e as células-tronco derivadas de tecidos são células-tronco adultas, que são seguras para uso e não causam crescimento cancerígeno. As células-tronco embrionárias, por outro lado, são células-tronco que existem durante a gravidez e o crescimento pré-natal. Essas células são mais poderosas do que as células-tronco adultas porque são capazes de criar vida humana, mas a ciência ainda não pode controlar seu potencial de crescimento. É por isso que a ideia da terapia com células-tronco é frequentemente associada ao câncer. As células-tronco embrionárias podem facilmente crescer fora de controle e causar tumores. É importante não receber tratamento derivado de células-tronco embrionárias até que mais pesquisas com células-tronco sejam feitas para aprender como controlá-las.

O sangue do cordão umbilical e as células teciduais também são uma excelente opção por apresentarem baixíssima imunogenicidade. Isso significa que quando elas são injetadas no organismo, elas não são reconhecidas imediatamente como corpos estranhos. As células-tronco derivadas do cordão umbilical não contêm as células imunes maduras que podem desencadear a doença do enxerto contra o hospedeiro (GVHD) potencialmente mortal, que muitas vezes pode ser um problema em transplantes de medula óssea. Nossos pacientes nunca tiveram reações imunes fortes como resultado do tratamento.

Não encontrou sua condição na lista acima? Sinta-se à vontade para entrar em contato conosco (clique aqui!) para obter mais informações sobre o tratamento baseado em células-tronco, a elegibilidade de sua condição para terapia com células-tronco ou qualquer outra dúvida que possua sobre nossa empresa, programa de tratamento ou centros de tratamento.