Português
Deutsch
Español
Français
Italiano
Polski
Română
Русский
繁體中文

Tratamento com células-tronco para a Atrofia do Nervo Óptico (ONA)

Uma combinação de células-tronco e terapias extensivas que dão ao paciente possibilidades reais de melhoria

Como funciona a terapia com células-tronco para ONA?

Desde 2007, estamos desenvolvendo protocolos abrangentes de tratamento com células estaminais (tronco) para a atrofia do nervo óptico (ONA), a fim de ultrapassar as limitações das terapias convencionais.

Nos nossos protocolos, as células-tronco são combinadas com terapias especializadas para o Atrofia do nervo ótico (ONA) que não só se concentram em ajudar o paciente a lidar com os seus sintomas, mas também a tratar a causa raiz da doença, promovendo a regeneração do nervo óptico. Acreditamos que a nossa abordagem de tratamento abrangente da atrofia óptica (ONA) dá aos nossos pacientes as melhores hipóteses de melhorar a visão, permitindo uma melhor qualidade de vida.

Reparação da atrofia do nervo óptico usando células estaminais

O nervo óptico atua como um canal de transmissão de sinal entre a retina no olho e o córtex visual no cérebro. Quando o nervo óptico é danificado (atrofia), os sinais visuais tornam-se incapazes de viajar livremente para o cérebro e o paciente fica afetado pela perda parcial ou total da visão.

É importante lembrar que a atrofia do nervo óptico pode surgir de várias origens desmielinizantes, inflamatórias, isquêmicas ou traumáticas, e condições tais como glaucoma de ângulo aberto, neurite óptica ou neuropatia óptica hereditária Leber estão entre as várias causas da ONA. Em alguns casos, a atrofia do nervo óptico está a causar uma constante e progressiva perda de visão.

Poucas opções de tratamento convencional estão disponíveis para os pacientes diagnosticados com ONA, que se concentram principalmente em ajudar os pacientes a lidar com a sua incapacidade. No entanto, nenhum deles está de fato a tratar a perda da função do nervo óptico. As células-tronco têm a capacidade de regenerar células nervosas no nervo ótico, permitindo que os pacientes com ONA recuperem alguma visão.

Possíveis melhorias após a terapia com células-tronco para a Atrofia do Nervo Óptico

O objetivo do nosso tratamento com células estaminais (tronco) é restaurar a função neurológica na área da lesão e reparar os danos no nervo óptico. Vários tipos de melhorias são possíveis após o nosso tratamento e os nossos pacientes relatam o seguinte*:

  • Acuidade visual afiada
  • Melhoria da percepção da luz
  • Campo visual ampliado
  • Visão noturna mais brilhante
  • Redução do nistagmo
  • Melhoria do estrabismo

*É importante lembrar que, tal como para qualquer tratamento médico, não se podem garantir melhorias. Por favor contate-nos para mais informações sobre as possíveis melhorias para um caso em particular.

O nosso Programa de Tratamento em Detalhes

Estamos desenvolvendo e otimizando os nossos protocolos de tratamento com células-tronco com o conceito de que só uma solução muito abrangente pode permitir aos nossos pacientes se beneficiarem verdadeiramente das células estaminais. Acreditamos que a estimulação através de várias terapias é necessária para melhorar a resposta regenerativa das células-tronco. Fornecemos uma grande variedade e grandes quantidades de células estaminais, a fim de nos adaptarmos a cada condição específica de cada paciente e proporcionar um potencial regenerativo maximizado.

O nosso tratamento com células-tronco para a Atrofia do Nervo Óptico (ONA) consiste em 6 a 8 injecções simples e minimamente invasivas de células-tronco derivadas do cordão umbilical. As células-tronco são transplantadas utilizando dois ou três métodos diferentes: intravenoso através de um gotejamento intravenoso padrão, através de injeção intratecal. Os pacientes com mais de 10 anos de idade podem também receber duas injeções retrobulbar para melhor atingir os nervos ópticos.* Juntos, estes 3 métodos de injeção permitem uma maior eficácia, garantindo ao mesmo tempo segurança e um mínimo de inconvenientes para o paciente.

*Nem todos os pacientes podem receber uma injecção retrobulbar. O médico em exercício decidirá Se é possível.

  • 15 a 23 dias de estadia
  • IV, Intrathecal e injeções Retrobulbar
  • Células UCBSC / UCMSC
  • Programa com terapias diárias
  • 120-400 Milhões de Células
  • Programa de Nutrição

Depoimentos de pacientes

Saiba mais sobre pacientes previamente tratados com protocolos de células-tronco da Beike. As famílias que participam dos posts no blog falam sobre as suas experiências e apresentam a sua própria visão do tratamento, incluindo pensamentos sobre as terapias diárias, as injeções com células-tronco, bem como melhorias notadas durante e após o tratamento.

Carta aberta da mãe de uma paciente

A mãe da Sophie escreveu um depoimento em forma de carta e com seu consentimento nós decidimos compartilhar com vocês… Sophie nasceu com Hipoplasia do Nervo Óptico, uma condição genética rara. Ela foi diagnosticada com encefalopatia crônica não progressiva, também conhecida como paralisia cerebral, aos três meses de idade, e …

Tratamento de células estaminais para a Retinopatia Pigmentar Experiência do doente

A paciente romena Ovidiu Simion foi diagnosticada com retinopatia pigmentar, uma condição que acelera a degeneração do campo visual. Os pacientes com esta condição experimentam uma perda de visão crescente e podem sentir-se como se estivessem a olhar através de um telescópio devido ao alcance limitado da visão. Segue-se uma …

Instrutor de Yoga Kevin Naidoo fala sobre as melhorias na visão após o tratamento com células-tronco [Vídeo]

Kevin Naidoo, é um instrutor de ioga em Saskatoon, Canadá, e recentemente voltou para casa após seu tratamento com células tronco. Uma “aventura” em Bangkok, Tailândia para tratar de sua atrofia do nervo ótico (ONA), que foi causada por glaucoma, que é um aumento da pressão intra-ocular que pode danificar …

Garantia de Qualidade e Quantidade de Células-Tronco

Embalagem para produtos de células-tronco da Beike Biotechnology

Diferentes tipos de células-tronco para diferentes necessidades

A Beike fornece células-tronco de duas fontes distintas: sangue do cordão umbilical e tecido do cordão umbilical. Amostras relacionadas ao cordão umbilical são doadas por mães saudáveis após partos normais e enviadas aos laboratórios da Beike Biotech para processamento.

Depois de revisar a informação médica completa do paciente, nossos médicos recomendarão qual fonte de células-tronco deve ser usada para tratamento. Nossos protocolos de tratamento podem incluir um ou vários tipos de células-tronco em combinação, dependendo da condição específica de cada paciente.

Os Mais Altos Padrões Internacionais de Processamento de Células-Tronco

A Beike Biotechnology está processando suas próprias células-tronco adultas em seus laboratórios credenciados internacionalmente. A empresa tem total controle sobre o processamento e controle de qualidade de todos os produtos de células-tronco, garantindo perfeita segurança e máxima qualidade.

Doktor

Vídeos de pacientes

Abaixo estão gravadas entrevistas em vídeo durante o tratamento com células-tronco da Beike. As famílias mostradas nestes vídeos falam das suas histórias pessoais e da sua experiência com o tratamento, incluindo a melhoria notada.

As melhorias mencionadas nestes vídeos são típicas, mas não garantem que todos os pacientes possam ter as mesmas melhorias.

Por que escolher o Tratamento de Células-Tronco da Beike?

Experiência: Com mais de uma década de prática, você tem a garantia de ser aconselhado e tratado por profissionais competentes.

Segurança: Com o apoio de acreditações de autoridades nacionais e internacionais, estamos empenhados em fornecer células estaminais da mais elevada qualidade possível para seu benefício.

Diversidade: Vários tipos de células-tronco com diferentes capacidades estão disponíveis para se adaptar à condição específica de cada paciente. Não usamos o mesmo tipo de células-tronco para todos os pacientes.

Extensão: Um programa completo com terapias de suporte é fornecido diariamente ao paciente para estimular as células-tronco recém-transplantadas. Os melhores resultados só podem ser obtidos com terapias de suporte às células-tronco.

Suporte: Um programa de acompanhamento completo é fornecido após o tratamento e você será convidado a participar dele em 1, 3, 6 e 12 meses após o tratamento. O acesso à nossa equipe após o tratamento é muito importante, pois você pode receber mais conselhos para maximizar os resultados.

Prédio da sede da Beike Biotechnology localizado em Shenzhen, na China

Fundada em julho de 2005, a Shenzhen Beike Biotechnology é uma empresa nacional de alta tecnologia especializada em transformação clínica e serviço técnico de tecnologia de tratamento biológico de indústrias estratégicas emergentes.

Obtenha mais informações agora


Perguntas mais frequentes sobre Atrofia do nervo ótico

Referências

  1. Rubens Camargo SiqueiraI; Júlio Cesar Voltarelli; André Marcio Vieira Messias; Rodrigo Jorge. Possible mechanisms of retinal function recovery with the use of cell therapy with bone marrow-derived stem cells.
  2. Tantai Zhao & Yunqin Li & Luosheng Tang et al. Protective effects of human umbilical cord blood stem cell intravitreal transplantation against optic nerve injury in rats. Graefes Arch Clin Exp Ophthalmol DOI 10.1007/s00417-011-1635-7.
  3. Yiming Huang & Volker Enzmann & Suzanne T. Ildstad. Stem Cell-Based Therapeutic Applications in Retinal Degenerative Diseases. Stem Cell Rev and RepDOI 10.1007/s12015-010-9192-8.
  4. Pinilla I, Martin Nieto J, Cuenca N. Stem Cell Potential Uses in Retinal Dystrophies. Arch Sic Esp Oftalmol 2007; 82: 127-128.
  5. Paul S. Baker and Gary C. Brown. Stem-cell therapy in retinal disease. Current Opinion in Ophthalmology 2009, 20:175–181.
  6. Isabel Zwart, Andrew J. Hill, Faisal Al-Allaf et al. Umbilical cord blood mesenchymal stromal cells are neuroprotective and promote regeneration in a rat optic tract model. Experimental Neurology 216 (2009) 439–448.
  7. Annegret Dahlmann-Noon et al. Current approaches and future prospects for stem cell rescue and regeration of retina and optic nerve. can J Ophthalmol 2010;45:333-41.
  8. Naoko Koike Kiriyama et al. Human cord blood stem cells can differentiate into retinal nerve cells. Acta Neurobiol Exp 2007, 67;359-365.