Português
中文繁體
English
Español
Français
Polski
Română
Русский

Paciente com AVC nota melhoras após tratamento

Paciente com AVC

Notícia

Em 2015, no início dos 30 anos, Renata sofreu um acidente isquêmico cerebelar (AVC) no lado esquerdo da ponte do tronco cerebral.  O derrame, causado por trombose (coágulo sanguíneo), na artéria basilar, resultou em tetraparesia ou perda parcial da função nos quatro membros. A fala de Renata ficou sem voz, sem a força de seu diafragma, tornando-a dependente de outras pessoas em sua rotina diária. Quando ela e sua família começaram a ouvir histórias de pessoas que haviam sido tratadas células-tronco da Beike, logo iniciaram as pesquisas. Depois de conversar com pacientes anteriores e assistir depoimentos online, eles decidiram que valeria à pena tentar.

Renata e sua família esperavam que ela pudesse melhorar de alguma forma, se tornasse um pouco mais independente e melhorasse sua qualidade de vida. Por conta disso que eles sairam do Brasil e voaram até o Hospital Better Being na Tailândia.

Chegando em Bangkok, ficaram agradavelmente surpresos. A gentileza e compreensão da equipe do BBH os colocaram à vontade. Durante todo o tratamento, eles ficaram satisfeitos com o fato do atendimento “centrar-se no paciente em individual” e impressionados pelo profissionalismo durante toda sua jornada. Renata trabalhou arduamente em todas a terapias de apoio, já que as terapias são uma parte muito importante no processo do tratamento, para encorajar as células-tronco a encontrar os locais no corpo que precisam se curar. Abaixo você pode ver Renata se exercitando e fortalecendo seu diafragma para soprar uma vela.

Após o tratamento, Renata viu melhora em seu diafragma e pode produzir sons que antes não conseguia. Suas pernas agora se movem melhor e tem tido menos espasticidade. “Recomendamos o tratamento a todos que buscam uma melhor qualidade de vida,” diz sua família. As equipes do BBH e da Beike estão muito orgulhosos e felizes de ver as melhorias pelas quais Renata trabalhou tão arduamente.

Para mais informações sobre o caso da Renata, visite no conta no instagram @beikebiotech

 

Share This